Ir para o conteúdo
ou

Tela cheia Sugerir um artigo
 Feed RSS

FACIN - Framework de Arquitetura Corporativa para Interoperabilidade e Apoio à Governança

15 de Julho de 2013, 16:42 , por Desconhecido - | 2 pessoas seguindo este artigo.
Por meio do estabelecimento da Arquitetura Corporativa e de padrões de interoperabilidade, o FACIN apoiará a Estratégia de Governança Digital Brasileira (Decreto nº 8.638 de 15 de Janeiro de 2016), ampliando a colaboração entre as organizações do Governo Federal e melhorando a eficiência dos serviços de governo eletrônico para a sociedade (cidadãos, governos, organizações e empresas). Como padrão, incorporado à Arquitetura ePING de Interoperabilidade, o FACIN atuará como uma referência para os diversos órgãos da Administração Pública Federal.
 

Consulta Pública do FACIN

23 de Janeiro de 2016, 0:00, por Ana Paula Pessoa Mello - 1Um comentário

Finalizada a segunda Consulta Pública para o FACIN, agradecemos as contribuições recebidas e informamos que a nova versão do padrão e seu respectivo histórico de evolução estão disponíveis no Portal de Governo Eletrônico – Governança e Interoperabilidade

 

 

A primeira Consulta Pública ocorreu entre dezembro/2015 e maio/2016 e as contribuições recebidas foram utilizadas para evoluir o documento inicialmente submetido, bem como utilizadas no desenvolvimento dos documentos "Modelos de Referência" relacionados a cada uma das Visões do framework.

Apresentados no IV Fórum de Governança – Comunidade Áreas de Integração, em novembro/2016 e incorporado à versão 2017 do documento de referência da Arquitetura ePING de Interoperabilidade, o FACIN entra assim em sua segunda Consulta Pública onde, mais uma vez, os insumos recebidos serão considerados para melhoria dos documentos relativos a este padrão de Arquitetura Corporativa.

Vocês poderão acompanhar essa evolução em nossas páginas no FB e no IN:


https://www.facebook.com/governancaeinteroperabilidade/
 
 
Segue abaixo o documento de introdução ao FACIN para aqueles que ainda não conhecem a iniciativa ou para aqueles que querem ter uma visão geral do FACIN:
 
 
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
 
O conceito de Governo Conectado deriva da abordagem de “Governo como um todo”, caracterizando a utilização da Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) como uma ferramenta estratégica facilitadora para a inovação dos serviços públicos e para o aumento da produtividade.

A condição de um Governo Conectado permite que o governo se conecte entre si, vencendo barreiras organizacionais e semânticas, de forma a prestar serviços eficazes e eficientes para os cidadãos, organizações e empresas, além de para o próprio governo e seus servidores e empregados

 
 
 

Para se alcançar esta evolução consistente do modelo de Governo Eletrônico e Governança Digital fazendo uso de seus benefícios junto aos cidadãos, empresas e demais partes interessadas, o governo deve desenvolver uma estratégia comum baseada em modelos de gestão e de tecnologia, os quais permitam a integração e a condição de um Governo Conectado. 

Com o uso da Arquitetura Corporativa a organização pode identificar e avaliar as capacidades de negócio que dispõe e que necessita, de forma a atingir seus propósitos e finalidades, definidos em uma estratégia e direcionados por sua governança.

Ao promover o alinhamento da estratégia à execução entre os diversos entes envolvidos, a Arquitetura Corporativa também propiciará a base para a evolução contínua de métodos, processos, informações e boas práticas, obtendo maior eficiência, elevação da transparência e melhor oferta de serviços públicos. 

Tendo como premissa a definição do Banco Mundial que “governança é a capacidade dos governos de planejar, formular e programar políticas e cumprir funções” e entendendo gestão como uma consequencia (gerenciamento, administração), desde meados de 2014 o Segmento Áreas de Integração para o Governo Eletrônico, da Arquitetura ePING de Interoperabilidade desenvolveu, com participação de representantes da sociedade (cidadãos, governos, organizações  e empresas), ações no sentido de permitir a implementação de um modelo de referência, que possa ser adotado em nível federal, estadual ou municipal.  

É importante destacar que, da construção deste modelo, que considerou a necessidade de promover uma melhoria constante na governança de dados, processos, tecnologia e organizações, também participaram organizações nacionais e internacionais disciplinadoras dos diversos padrões relacionados ao Segmento Áreas de Integração para o Governo Eletrônico. 

Assim, o Framework de Arquitetura Corporativa para Interoperabilidade no Apoio à Governança (FACIN), resultado deste trabalho, tem por objetivo principal construir uma visão consistente dos modelos de representação das capacidades de cada organização governamental.  

Por meio do estabelecimento da Arquitetura Corporativa e de padrões de interoperabilidade, o FACIN apoiará a Estratégia de Governança Digital Brasileira, ampliando a colaboração entre as organizações do Governo Federal e melhorando a eficiência dos serviços de governo eletrônico para a sociedade.

Como padrão, incorporado à Arquitetura ePING de Interoperabilidade, o FACIN atuará como uma referência para os diversos órgãos da Administração Pública Federal (APF).

Como parte da estratégia definida para ampla participação na concepção e evolução do FACIN disponibilizamos este espaço, onde esperamos receber suas contribuições. 

Para comentar basta fazer o login com sua senha do Participa.br, ou fazer sua inscrição nesta comunidade caso ainda não esteja cadastrado.
 
Agradecemos desde já a sua participação!


Categorias

Governo eletrônico, Informação

Participe e faça a sua contribuição Cadastre-se aqui