Ir para o conteúdo
ou

 Voltar a Blog
Tela cheia Sugerir um artigo

Governo brasileiro e Centro RIO+ divulgam relatório de Diálogos sobre Agenda Pós-2015

17 de Maio de 2014, 15:38 , por Fabiano Rangel Cidade - 0sem comentários ainda | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 170 vezes

A Secretaria-Geral da Presidência da República e o Centro Mundial para o Desenvolvimento Sustentável (Centro RIO+) divulgam relatório dos "Diálogos Sociais:  desenvolvimento sustentável na Agenda Pós-2015 - construindo a perspectiva do Brasil". O encontro reuniu, no último dia 11 de fevereiro, representantes de organizações da sociedade civil, do governo brasileiro e das Nações Unidas para promover o diálogo e aprofundar o debate sobre o posicionamento do Brasil na construção de uma agenda para o desenvolvimento sustentável pós-2015. As negociações internacionais sobre o tema tiveram início em março de 2014 e devem seguir até setembro de 2015.

Na ocasião, os representantes da sociedade civil identificaram o combate à desigualdade, a garantia dos direitos humanos, os novos modelos de desenvolvimento, a participação social, os meios de financiamento e a justiça socioambiental como temas prioritários para o debate sobre o Pós-2015. Conforme destaca o relatório, houve consenso em relação aos avanços obtidos na pauta social e reconhecimento dos sucessos obtidos pelo Brasil na agenda dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODMs), em especial, no que se refere ao combate à fome e à pobreza. Fica patente, no entanto, a persistência de desafios relacionados às desigualdades sociais, ambientais e econômicas. Os presentes reiteraram que o combate a essas desigualdades deve ser prioridade para as políticas públicas brasileiras e para a constituição da Agenda Pós-2015.

A oficina contou com moderação profissional, em dinâmica que permitiu a participação qualificada de todos os participantes. Tivemos a presença de 41 entidades da sociedade civil (centrais sindicais, empresariado, academia, ONGs e movimentos populares ligados à proteção do meio ambiente, aos direitos da juventude, aos direitos da mulher, ao combate ao racismo, à promoção da cultura, à justiça no campo e à democratização do espaço urbano). Participaram ainda o Diretor do Centro Rio+, Rômulo Paes, e o Coordenador Residente do Sistema Nações Unidas no Brasil, Jorge Chediek. Pelo Governo brasileiro, o Secretário-Geral do Ministério das Relações Exteriores, embaixador Eduardo dos Santos, os Secretários-Executivos do Ministério do Meio Ambiente, Francisco Gaetani, e da Secretaria-Geral da Presidência, Diogo Sant’Ana e o Secretário de Avaliação e Gestão da Informação do Ministério do Desenvolvimento Social, Paulo Januzzi.

Esse processo de diálogo com a sociedade civil se iniciou com a realização da Cúpula dos Povos, em paralelo à Conferência Rio+20. Em 2013, tivemos a realização de debate, realizado no Palácio do Planalto. Em 2014, com o início das negociações internacionais e a constituição de um grupo de trabalho interministerial dedicado à definição das posições oficiais brasileiras, a Secretaria-Geral vem promovendo debates a respeito do tema. Com a publicação do Relatório da oficina, o governo brasileiro dá mais uma contribuição para a discussão ampla e transparente a respeito da criação dos objetivos de desenvolvimento sustentável. No próximo dia 23 de maio, no contexto da Arena de Participação Social, será realizado novo debate aberto ao público sobre o tema. Esse evento contará com a participação de representantes da sociedade civil e do governo e será transmitido pela internet. Outras iniciativas ocorrerão ao longo do processo negociador que seguirá até 2015.

Download do documento Relatório_Pós_2015.pdf

Para mais informações, acesse: http://www.participa.br

Serviço: www.riopluscentre.org


0sem comentários ainda

Enviar um comentário

Os campos são obrigatórios.

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.

Desenvolvimento Sustentável

Contribua com as ideias que serão debatidas na reunião sobre a Agenda Pós-2015. A Secretaria-Geral da Presidência da República disponibilizou dois textos do encontro e alguns questionamentos para você também possa acrescentar sua opinião.