Ir para o conteúdo
ou

 Voltar a Na mídia
Tela cheia Sugerir um artigo

AMNB representa o Conselho Nacional dos Direitos da Mulher no CONATRAP

11 de Fevereiro de 2014, 11:42 , por Ana Célia Costa - 0sem comentários ainda | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 200 vezes

 

A Articulação de Mulheres Negras - AMNB, representará o Conselho Nacional dos Direitos das Mulheres, com a Conselheira Maria das Dores Almeida na cadeira de titular do Comitê Nacional de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas (Conatrap). O CONATRAP, é um Comitê com estatus de Conselho, instituto pelo  DECRETO Nº 7.901, DE 4 DE FEVEREIRO DE 2013, uma instancia de articulação e atuação dos órgãos e entidades públicas e privadas no enfrentamento ao tráfico de pessoas, composto por Conselhos Nacionais, Ministérios, Núcleos e Comitês Estaduais de enfretamento ao tráfico de pessoas e organizações da sociedade civil com trabalho no tema.


A Cerimônia de posse aconteceu nesta quarta-feira (29) no Ministério da Justiça (MJ), em Brasília. “Após o cerimônial, foi lançado o Livro “Tráfico de Pessoas: uma abordagem para os direitos humanos”, parceria entre a SNJ/MJ e o Instituto de Estudos Direito e Cidadania (IEDC) e a Palestra Magna Bandana Pattanaik, coordenadora da Aliança Global Contra o Tráfico de Pessoas  ressaltou a ausência de políticas publicas e os setores econômicos como um dos fatores determinantes para que uma pessoa seja submetida ao tráfico.


Nos dias (30 e 31 /02) os membros do CONATRAP , debateram o conceito de trafico de pessoas, fatores determinantes e a vulnerabilidade para o Trafico de pessoas no Brasil, migrações interna e externa, estrutura metodológica do CONATRAP, momento destinado a compreender o Papel do CONATRAP, traçar diretrizes e definições das ações e estratégias.


Debateu-se sobre a CONFERÊNCIA NACIONAL DE MIGRAÇÕES E REFÚGIOS – COMIGRAR, uma iniciativa governamental com a intenção de abordar questões migratória no Brasil, conferência ainda desconhecida por pessoas presente na reunião. As informações podem ser encontradas no site www.participa.br/comigrar.

 

O terceiro dia foi dedicado a construção do Plano Estratégico, onde se institui Comissões Permanentes e Grupos de Trabalho, o CNDM ficou na Comissão Permanente de Orçamento e Monitoramento do II Plano Nacional de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas e no Gt. Copa do Mundo.

 

 

O CONATRAP é um espaço importante para os organismos governamentais e não governamentais de Mulheres, porque o Tráfico de pessoas tem uma dimensão incomensurável, que vai desde a definição conceitual, de onde ocorrem (espaço físico e do local) as diferentes formas (externo, interno, regional, local) enfim .. (escravidão, migração, espaço doméstico), que abarcar desde o trazer uma menina da Zona Rural (Traz uma menina pra mim) para “estudar” e serem “cuidadas” em casas de “família urbanas”, à prostituição.O CONATRAP, comporta  também  o debate de Marcos Legais Nacionais e Internacionais de enfrentamento a violência contra a mulher.

Fonte: Articulação de Organizações de Mulheres Negras Brasileiras


Categorias

Governo e Política
Tags deste artigo: conatrap mulheres negras tráfico de pessoas direitos ministério da justiça comigrar migração e refúgio plano de trabalho

0sem comentários ainda

Enviar um comentário

Os campos são obrigatórios.

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.